Comprar um medidor de potência é algo muito caro aqui no Brasil, mas você já comprou o seu? ou está pensando em comprar, pra que? Quais informações um medidor de potência pode te dar? Quais dados você pode utilizar enquanto pedala?

 

Essas perguntas devem estar respondidas ao final dessa leitura, pois não adianta investir em um equipamento de alto custo apenas para olhar os watts na tela do ciclocomputador. A ferramenta da medição de potência é muito efetiva, muito precisa, mas como já abordado em outro artigo os dados não são analisados de forma isolada, vários treinos precisam ser realizados para você entender como seu corpo responde aos estímulos e também precisamos entender como respeitar os limites que o cansaço nos impõe.

 

A primeira coisa que pode causar, e com certeza causa, estranheza são as milhares de siglas que surgem após os treinos, FTP, NP, IF, TSS, entre outras. O que significa cada uma delas? Vamos abordar aqui algumas das principais (ou mais básicas).

 

A primeira coisa que devemos entender é, que o seu “teste de FTP” tem que estar sempre atualizado, não adianta ter um medidor de potência e não atualizar sua avaliação física de forma constante, é indicado atualizar o FTP a cada 90 dias no máximo. Pois grande parte, senão a maioria dos dados leva em consideração o seu esforço máximo como parâmetro.

 

O que significam as siglas? FTP, NP, TSS, IF, W/Kg, ….

 

FTP: Functional Threshold Power: Esse é o número mágico que alguns ciclistas gostam de esconder. FTP é a sua potencia máxima de longa duração (1 hora). Andar acima do FTP por longos períodos te fará quebrar rapidamente. Para profissionais o FTP é um teste de 1h, mas para amadores é um teste de 20 minutos onde se utiliza um fórmula para equilibrar o teste (95% da potência máxima de 20 minutos). Ex: num teste de esforço máximo de 20 minutos a potência média alcançada é de 300w, aplica-se a fórmula (300 * 0,95 = 285w) Tradução FTP = Potência Limite Funcional.

 

NP: Normalized Power: Uma fórmula que calcula o custo fisiológico de um treino com duração superior a 20 minutos. Intervalos realizados acima do seu FTP são mais desgastantes do que os intervalos realizados abaixo do FTP, pois os exercícios com esses esforços são mais difíceis do que os exercícios em ritmo constante. A NP é uma potência média estimada do seu treino se ele fosse realizado com uma potência constante. Por isso, quando se analisa a NP e média de potência em contrarrelogio elas são praticamente iguais. Tradução NP = Potência Normalizada.

 

TSS: Training Stress Score: É o desgaste causado por um determinado treino com base na duração e na intensidade. É calculado a partir da potência, freqüência cardíaca (hrTSS) ou ritmo (rTSS). Pra se ter uma noção 1 hora no seu esforço máximo representa 100 TSS. Tradução TSS = Pontuação do estresse no treinamento.

 

IF: Intensity Factor: Talvez um dos números mais importantes para analisar os esforços dentro de uma ultra maratona, ou mesmo as maratonas de MTB. É a intensidade relativa de um determinado treino sem levar em consideração a duração. Por exemplo 1 hora no esforço máximo equivale a um IF de 1,0. Ou seja, 100% de intensidade. Quando tiver tempo pesquise aquele treino ou corrida que você lembra que foi muito difícil, se o seu FTP estava ajustado verá que o IF será um número próximo de 1,0. Simplificando um pouco é uma razão entre NP e o FTP, o quão perto do FTP está a sua NP naquele treino. Tradução IF = Fator de Intensidade.

 

  Veja Também

 

(Fitness) CTL: Chronic Training Load: Média ponderada do seu TSS nos últimos 42 dias. Representa a carga de treinamento e a longo prazo afeta diretamente o condicionamento físico. Tradução CTL = Carga Crônica de Treinamento.

 

(Fatigue) ATL: Acute Training Load: Média ponderada do TSS diário nos últimos 7 dias. Representa a carga aguda de treinamento recente e sua contribuição a curto prazo para o cansaço. Tradução ATL = Carga Aguda de Treinamento.

 

(Form) TSB: Training Stress Balance: Uma conta simples de (Fadiga – Forma) no dia anterior. Representa a sua capacidade imediata de realizar exercícios em força máxima. Valores positivos altos podem indicar subtraining (falta de treino), valores negativos altos podem indicar overtraining (excesso de treino). Também chamado de forma. Tradução TSB = Equilíbrio de Estresse no Treinamento.

 

W/Kg: Watt/ Kilo: É a relação entre o peso de um ciclista e sua potência máxima de longa duração (FTP/Peso). Permite a comparação de desempenho entre ciclistas de diferentes pesos. Esse sim é o valor de referência para você saber quão forte você está, pois nada adianta ter um FTP muito alto se o peso do ciclista é muito alto. Tradução = W/Kg é a razão entre o FTP e o peso do ciclista. Ex: FTP 340w. Peso 74Kg. (340/74 = 4,59W/kg)

 

Parece muito?

São informações em excesso, mas para uma abordagem inicial é isso que você precisa entender dos dados que um medidor de potência pode te fornecer. Lembrando sempre que o FTP deve sempre estar atualizado pois esses dados são baseados em fórmulas e se o base dessas fórmulas estiver com um dado errado todos dados estarão contaminados.

 

Basicamente a tradução dos dados é essa, mas existem milhares de outros dados que são analisados pelos treinadores, alguns são muito complexos, outros são fórmulas mirabolantes, mas para o atleta usuário de medidor de potência esses dados já te farão analisar e entender muito melhor a sua performance.

 

Qualquer dúvida nesse artigo ou sugestão de temas nos mande nos comentários.

 

Para informações sobre como nos mandar produtos ou parcerias, mande um e-mail para: comercial@marconiribeiro.com.br

Compartilhe este post: